Complexo, Gols Pela Vida, Hospital, Instituto de Pesquisa

Colaboradores do Hospital Pequeno Príncipe são homenageados por 25 anos de dedicação à saúde infantojuvenil

Para celebrar a data, a instituição promoveu dois eventos especiais repletos de surpresas para os profissionais

Colaboradores que receberam a homenagem pelos 25 anos de trabalho no dia 28 de maio.

Somando esforços de profissionais da saúde e de áreas de apoio, o Pequeno Príncipe é reconhecido, há 99 anos, como o maior hospital exclusivamente pediátrico do Brasil. Para homenagear os colaboradores que fazem parte de um quarto de século – ou mais – dessa história, foi realizada uma homenagem especial nessa segunda e terça-feira, dias 28 e 29.

“Além desse espaço físico, temos em comum as centenas de crianças que passam pelo Pequeno Príncipe todos os dias. Isso nos energiza e nos dá forças para continuar oferecendo para todos o que gostaríamos que fosse feito aos nossos filhos. Agradeço a cada um pelo enorme tempo de dedicação aos pacientes, familiares e uns aos outros”, enfatizou o diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro.

A diretora executiva do Hospital, Ety Cristina Forte Carneiro, também agradeceu pela atuação de cada colaborador. “O Pequeno Príncipe é tão especial porque cada um de vocês dá o que tem de melhor. Agradeço também pelas famílias de vocês, que permitem que estejam conosco, fazendo parte da nossa ‘família Pequeno Príncipe’. Obrigada por estarem aqui por tantos anos”, completou.

Colaboradores que receberam a homenagem no dia 29 de maio.

A homenagem
A celebração foi marcada por muita música, emoção e gratidão. Os colaboradores homenageados foram acolhidos com canções, relembraram momentos marcantes por meio de fotografias, receberam ‘certificado de gratidão’, um desenho produzido por pacientes em tratamento no Hospital, além de uma rosa e o livro “O Pequeno Príncipe”, que dá nome à instituição.

O motorista Nelson, segurando o desenho que foi feito especialmente para ele por um paciente do Hospital.

“Quando comecei a trabalhar aqui, não tinha ambulância, as comidas eram preparadas em fogão a lenha, não havia toda essa dimensão. Tudo foi crescendo e eu sou grato em fazer parte disso. Esse lugar significa uma casa para mim. Espero permanecer aqui, celebrando os 100 anos e muito mais”, destacou o motorista Nelson Gonçalves, que há 38 anos faz parte da trajetória da instituição.

“Nesta noite passou um filme na minha cabeça, desde o tempo em que eu trabalhava aqui nesse prédio histórico, onde havia um jardim aberto, até os dias de hoje. A homenagem foi emocionante, uma verdadeira surpresa. Considero um gesto de reconhecimento que deixa o coração confortável”, afirmou a advogada trabalhista Naira Vieira Neto Regi, que se dedica ao Pequeno Príncipe há 38 anos.

+ Notícias

Faça sua doação