Complexo, Hospital

Ciranda do Saber propõe aprendizado de forma interativa às crianças do Hospital

A ação reuniu um professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR) para falar sobre as pesquisas desenvolvidas com relação às aranhas e mosquito da dengue

Nesta terça-feira, dia 1º, as crianças do Hospital Pequeno Príncipe tiveram a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre as pesquisas desenvolvidas na Universidade Federal do Paraná (UFPR). De forma interativa, o professor Francisco de Assis Marques explicou possíveis maneiras de atrair aranhas para armadilhas e de combater o mosquito da dengue.

DSC_0064

Com o auxílio de vídeos e fotos, o professor mostrou os estudos com relação à identificação dos compostos presentes nas aranhas e a substância encontrada nas fêmeas, as quais são formas de atrair os machos. Porém, que os sons emitidos por esses insetos também afetam na atração e dificultam a forma de criar armadilhas.

Depois da explicação sobre as aranhas, o professor falou sobre o mosquito da dengue, o qual tem sido relacionado aos casos de microcefalia e preocupado a população. “Com as pesquisas na UFPR, nós estamos tentando encontrar formas de matar esses mosquitos, sem causar nenhum prejuízo ao ser humano. Sabemos que é um problema muito sério para toda a população”, pontuou o professor.

Ao fim da atividade, as crianças puderam observar os ovos, larvas e mosquitos da dengue.

+ Notícias

Pequeno Príncipe contra o câncer infantil

Na data em que é lembrado o Dia Internacional de Luta Contra o Câncer na Infância, 15 de fevereiro, o Hospital relembra ações de combate à contra a doença e apresenta iniciativas que desenvolve em prol da saúde infantojuvenil

Faça sua doação