Complexo, Hospital

Cinco sentidos: aliados no desenvolvimento infantil

Os cheiros, cores, sons, gostos e toques ajudam as crianças a descobrir o mundo. Auxiliá-las nessa missão é um papel de toda a sociedade

????????????????????????????????????

Durante a Primeira Infância – período que compreende a gestação até os primeiros seis anos de vida –, ocorre uma importante fase do desenvolvimento infantil. É nessa etapa que a criança começa a interagir, experimentar e entender o que está ao seu redor. Para isso, conta com importantes aliados: as cores, cheiros, sons, gostos e toques.

Os cinco sentidos auxiliam os pequenos a descobrir o mundo e potencializá-los é um papel que toda a sociedade deve desempenhar. Confira algumas dicas que o Hospital Pequeno Príncipe preparou sobre como aproveitar melhor esse importante período de desenvolvimento:

Visão

Aproximadamente aos seis meses, o bebê já começa a ver melhor formas, cores e passa a ser atraído por elas. “É importante que os cuidadores fiquem no campo de visão da criança, sorriam e interajam com elas. Além disso, devem estimular a visão com objetos coloridos e não expor os pequenos em frente à televisão por muito tempo”, explica a coordenadora do Serviço de Psicologia do Pequeno Príncipe, Ângela Bley.

Tato

É tocando nas coisas que o bebê começa a identificar os diferentes formatos e texturas dos objetos. Ele também passa a entender o próprio corpo e a diferenciar as pessoas. “Nesse caso, o carinho e o toque são essenciais. Os cuidadores ainda podem estimular os pequenos oferecendo utensílios de tamanhos e estruturas distintas”, aponta a profissional.

 Audição

Mesmo antes de nascer, os bebês já escutam e aprendem com os sons. “Por isso, é fundamental conversar com eles, contar histórias, cantar e tocar instrumentos. E isso continua depois do nascimento. Mesmo que eles não falem, continuam se desenvolvendo a partir da fala dos cuidadores e pessoas mais próximas”, destaca a psicóloga.

Olfato

Os bebês têm um olfato apurado. Já conseguem reconhecer a mãe pelo próprio cheiro e são atraídos pelo odor do leite materno. “Cheiros muito fortes fazem mal para as crianças. Os cuidadores devem evitar usar perfumes fortes e produtos de higiene e limpeza perto dos pequenos. Além disso, não devem fumar, nem deixar que fumem perto do bebê ou que pessoas que acabaram de fumar o segure no colo”, diz Ângela.

Paladar

Nos primeiros seis meses, o bebê se alimenta apenas com leite materno. Depois disso, novos sabores podem ser explorados na fase de introdução dos alimentos sólidos. “Os cuidadores devem ajudar as crianças a experimentar novas comidas e manter sempre uma alimentação saudável”, relata a profissional.

*Acompanhe a série de notícias que o Pequeno Príncipe preparou sobre Primeira Infância. A cada semana, uma matéria especial no site da instituição. Na próxima terça-feira, dia 1, o tema será a comunicação ainda os primeiros anos de vida.

Leia também:

Vínculo: uma ligação de amor

Dados alarmantes marcam a Semana Nacional de Prevenção da Violência na Primeira Infância

Precisamos falar sobre Primeira Infância

 

+ Notícias

Faça sua doação