Complexo, Hospital

Cerimônia marca 7º aniversário do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe

O Instituto possui 16 pesquisadores e 55 pesquisas divididas em oito linhas de estudo

Os sete anos de atuação do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe (IPP) foram lembrados hoje à tarde em uma rápida cerimônia na Praça do Bibinha. O evento reuniu parte da equipe do IPP, diretores do Hospital, pacientes e seus familiares.

O diretor-corporativo do Complexo, José Álvaro Carneiro, lembrou que seis anos atrás, quando Pelé visitou a instituição, todos se emocionaram. Em paralelo havia a preocupação de como seriam captados os recursos para custear as pesquisas. “Hoje, todos os trabalhadores e apoiadores estão de parabéns, porque me emociona ver os casos de sucesso, de crianças que levam uma vida normal, recuperadas”, disse.

A diretora de Relações Institucionais do IPP, Mara Cordeiro, ressaltou que o Instituto é uma referência nacional graças ao empenho de todos. “Hoje, é um dia especial, de muita alegria, assim como nosso dia a dia no Instituto, onde trabalhamos com muito esforço em prol da saúde de crianças e adolescentes.”

Já a diretora-geral do IPP, Ety Cristina Forte Carneiro, comentou que fazer pesquisa no Brasil é um grande desafio. “Mesmo assim temos muitos resultados a comemorar no Instituto, como os mais de 50 núcleos de pesquisa e 29 artigos científicos publicados no ano passado. Todos da equipe estão de parabéns.” O Instituto possui 16 pesquisadores e 55 pesquisas divididas em oito linhas de estudo.

Na solenidade, o Complexo foi presenteado com um quadro da Galeria Ângelo Hasse. O artista destacou ser “uma honra entregar este presente para contribuir com uma instituição que tem histórias bonitas de tratamento, cura e reabilitação”. A obra será leiloada para arrecadar recursos para o IPP.

Ao final, três alunos da Escola de Música e Belas Artes do Paraná apresentaram três músicas para o público.

+ Notícias

Faça sua doação