Notícias

Com produtos sociais o Dia dos Pais pode ficar mais especial

A estampa da camiseta que já vestiu celebridades como Pelé, Ana Maria Braga, Luana Piovani, Sandy e Júnior virou uma caneca e é uma ótima opção para presentear os pais. Feita em cerâmica, toda em preto, a caneca traz ilustrada em dourado a mesma coroa e a frase “Nobre é Contribuir” da camiseta que virou ícone e vendeu milhares de peças. A caneca custa R$15,00 e pode ser comprada no setor de Voluntariado do Hospital ou pelo site www.lojapequenoprincipe.org.br
A vantagem de presentear com produtos sociais do Hospital Pequeno Príncipe é que, além de agradar a quem recebe, ajuda a manter as atividades do maior hospital pediátrico do país. Todos os recursos obtidos pelo Hospital com os produtos sociais são revertidos para o atendimento das crianças, por meio da compra de equipamentos, medicamentos e manutenção do Hospital.

Conheça outras opções de produtos para o Dia dos Pais
Avental em tecido (com o tema “churrasco”) – R$18,00
Camiseta da Coroa – R$ 25,00
Caneca da Coroa – R$15,00

O que são os produtos sociais:
Os produtos sociais são brindes, presentes e lembranças desenvolvidas pelo Hospital Pequeno Príncipe. Com esses produtos, o ato de presentear se reveste de solidariedade, pois os valores obtidos com a venda são integralmente revertidos para a manutenção do atendimento das crianças e adolescentes que necessitam de cuidados médico-hospitalares.
O Hospital mantém uma linha regular de produtos, composta por camisetas, canecas, sacolas, aventais infantis e adultos, almofadas, bonecas de pano e também produtos sazonais para datas especiais, como o Dia dos Pais.
Empresas também podem adquirir os produtos para presentear seus clientes, pois o Hospital cria brindes exclusivos, de acordo com as necessidades da empresa.
Desde o lançamento, os recursos obtidos com a venda dos produtos sociais já possibilitaram a aquisição de vários equipamentos.

Serviço:
Onde comprar
Site www.lojapequenoprincipe.org.br
Setor de Voluntariado do Hospital Pequeno Príncipe, de segunda à sexta-feira, das 8h às 12 e das 13h às 20h. Sábado das 8h às 12h e das 13h às 16h.
Rua Desembargador Motta, 1070 – Água Verde
Informações (41) 3310-1253

Hospitais Pequeno Príncipe e Iguaçu buscam credenciamento junto ao SUS para fazer implante coclear

Três em cada 1000 crianças que nascem no mundo apresentam surdez profunda. Por essa estimativa, na grande Curitiba nascem, todos os meses, nove crianças surdas. O implante coclear é uma alternativa para que elas passem a ouvir, consigam se desenvolver e interagir com outras pessoas através dos sons. No Paraná, esse procedimento ainda não é oferecido na rede pública de saúde. Por isso, o Hospital Pequeno Príncipe e o Hospital Iguaçu se uniram e estão buscando credenciamento do Ministério da Saúde para passar a oferecer o implante coclear pelo SUS ainda nesse ano, pois é o único estabelecimento hospitalar que atende o SUS em Curitiba que oferece no momento condições físicas, de material, equipamentos e pessoal especializado para o implante coclear.
Através de uma parceria com o Hospital Iguaçu, foi montada toda a estrutura necessária para diagnóstico, cirurgia e acompanhamento pós-cirúrgico dos pacientes. A equipe que vai trabalhar no serviço conta com a experiência de mais de 60 implantes realizados nos dois hospitais através de convênios e atendimento particular. Esta é a maior experiência no Paraná e quarta no Brasil atrás somente de São Paulo, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte, segundo o Dr. Mauricio Buschle, professor da UFPr e chefe da equipe de Implante Coclear do Hospital Iguaçu.
O médico Rodrigo Pereira, que integra a equipe, explica que a cirurgia consiste em inserir na parte interna do ouvido um dispositivo eletrônico composto por um grupo de eletrodos e um aparelho receptor. Por fora, atrás da orelha, fica o dispositivo que processa a fala, com microfone e bateria.
Esse conjunto de equipamentos passa a fazer a função da cóclea, codificando os sons, transformando os sinais sonoros em impulsos elétricos e fazendo com que a pessoa passe a ouvir. Para que o paciente comece a se comunicar, no entanto, precisa de acompanhamento de fonoaudióloga para que o seu cérebro “aprenda” a entender os sons produzidos através do aparelho implantado. Esse aprendizado leva de seis meses a dois anos e quanto mais nova for a criança, mais facilidade terá de se adaptar ao implante, como explica o Dr. André Ataíde, médico da Santa Casa e integrante das equipes de implante coclear.
A Dra. Tríssia Vassoler, otorrinolaringologista do Pequeno Príncipe, explica ainda que além das crianças que já nascem surdas, muitas outras adquirem surdez em função de doenças que exigem tratamentos com determinadas drogas ou que necessitam de uma longa permanência em UTIs.

Complexo Pequeno Príncipe promove III Semana do Uso Racional de Medicamentos

O Complexo Pequeno Príncipe promover de 14 a 18 de setembro a III Semana do Uso Racional de Medicamentos. O evento, que é aberto a todos os profissionais de saúde e estudantes, tem o objetivo de trazer informações relevantes sobre o uso e manipulação correta dos medicamentos.
Durante os cinco dias acontecerão palestras e oficinas gratuitas que vão abordar temas como farmacoeconomia, a importância da interdisciplinaridade e qualificação de fornecedores.

Programação da II Semana do Uso Racional de Medicamentos:
Dia 14 de setembro:
10h30 – Abertura e palestra “Farmacoeconomia – Um Instrumento Essencial para Farmacovigilância”
Ministrante: farmacêutico Daniel Mota – ANVISA (Brasília/DF)
Local: Hospital Pequeno Príncipe (auditório do 6º andar)

Dia 15 de setembro:
11h – Videoconferência com o tema “Atenção Farmacêutica Hospitalar e Controle de Infecção Hospitalar: Indicadores de Produtividade e Resultados Farmacoeconômicos. Experiência do HPP”
Ministrante: farmacêutica Marinei Ricieri (Hospital Pequeno Príncipe).
Local: Hospital Pequeno Príncipe (auditório César Pernetta)

Dia 16 de setembro:
14h – Oficina “Atenção Farmacêutica Hospitalar: A importância da interdisciplinaridade”*
Coordenadores: farmacêutica Sabrina D’Ambrosio (Hospital Pequeno Príncipe), farmacêutica Marinei Ricieri (Hospital Pequeno Príncipe), farmacêutica Rosiane Zibetti (coordenadora do curso de Farmácia da Faculdades Pequeno Príncipe), enfermeira Patrícia Andrade (Hospital Pequeno Príncipe), médico Fábio Motta (Hospital Pequeno Príncipe).
Local: Faculdades Pequeno Príncipe (sala 01)

Dia 17 de setembro:
10h30 – Palestra “Qualificação de Fornecedores”
Ministrante: farmacêutica Mariangela Mendes de Godoy (Hospital Vitta)
14h – Palestra “Gerenciamento de Risco e Farmacoeconomia”
Ministrantes: farmacêutica Heloisa Barreto (Hospital Erasto Gaertner)
Local: Hospital Pequeno Príncipe (auditório do 6º andar)

Dia 18 de setembro:
10h30 – Palestra “Farmacologia Clínica Aplicada para Administração de Medicamentos”
Ministrante: farmacêutica Marinei Ricieri (Hospital Pequeno Príncipe)
14h – Palestra “Liderança ligada à Saúde”
Ministrante: farmacêutica Sabrina D’Ambrosio (Hospital Pequeno Príncipe)
Local: Hospital Pequeno Príncipe (auditório do César Pernetta)

Serviço
Hospital Pequeno Príncipe
Rua Desembargador Motta, 1070 – Água Verde

Faculdades Pequeno Príncipe
Avenida Iguaçu, 333 – Rebouças

Pequeno Príncipe lança CD com músicas compostas por crianças em tratamento

Outubro de 2009 – Este ano, as crianças e adolescentes atendidos pelo Hospital Pequeno Príncipe vivenciaram um ritmo especial. Por meio de oficinas de música do Projeto Cancioneiro do Brasil, eles puderam cantar, tocar instrumentos de percussão e até mesmo compor suas próprias canções. Com patrocínio da Kraft Foods Brasil, via Lei Rouanet, esses jovens participaram de 50 encontros que resultaram num CD com 15 músicas, mais uma faixa bônus gravada durante as oficinas.

Esse trabalho será apresentado ao público no dia 18 de outubro, em um show no Teatro Guaíra, às 20 horas, com a participação de cantores e artistas que fizeram parte da gravação do CD, como Carlos Careqa, Alexandre Nero, Alvaro Ramos, Grupo Mundaréu, Coral Brasileirinho e Coral Curumim. O show, dirigido pelo ator, diretor e dramaturgo Mauricio Vogue, também faz parte das comemorações pelos 90 anos do Complexo Pequeno Príncipe.

As oficinas do projeto foram coordenadas pelo artista popular Itaercio Rocha. Das 15 músicas, oito tiveram composição de letra ou música feita pelas crianças internadas no Pequeno Príncipe e seus pais. A faixa “Varredeira”, por exemplo, foi integralmente composta pela paciente da cardiologia Dhésmila Smith, 14 anos, em homenagem à equipe de limpeza do Hospital. “Reggae do Dia”, por sua vez, foi composta por Bárbara Trelha, mãe de um paciente em tratamento no Hospital. “Trabalhamos aqui olhando para esse espaço como um espaço real. Não negamos que aqui acontece a dor, a morte. Mas também acontece a vida, a alegria, que é inerente ao ser humano, que precisa do processo criativo”, explica Rocha.

Para a Kraft Foods Brasil, o Projeto Cancioneiro do Brasil está alinhado à estratégia da companhia de dar prioridade a programas sociais na área de alimentação, saúde e sustentabilidade, pois estes são temas ligados diretamente ao negócio da empresa. “Sentimos uma grande satisfação em poder contribuir com a execução de mais esse projeto, trazendo diversão e cultura, contribuindo no processo de recuperação dessas crianças que precisam enfrentar todas as dificuldades de qualquer tratamento médico”, afirma a coordenadora de Responsabilidade Social da Kraft Foods Brasil, Giselle Sigel.

As músicas que compõem o CD receberam um sofisticado tratamento em arranjos e foram interpretadas por artistas que abraçaram o trabalho, ampliando ainda mais os vários diálogos das oficinas com sonoridades diversas. O CD pode ser adquirido por R$ 30,00 no Setor de Voluntariado do Hospital Pequeno Príncipe ou no dia do show, no Guaíra.

O show
O show de lançamento do CD Cancioneiro do Brasil terá 1h15 de duração e levará ao palco cerca de 70 pessoas. Itaercio Rocha, Thayana Barbosa e Melina Mulazari, do Grupo Mundaréu, serão os viajantes que conduzirão a platéia pelo universo das congadas, bumba-bois, fandangos, cirandas e outros ritmos desse vasto Brasil. Os corais Brasileirinho e Curumim também estarão presentes, assim como pacientes e colaboradores do Pequeno Príncipe que participaram do projeto. Cristine Conte assina o figurino e Waldo Leon o cenário e iluminação.

Ficha técnica do CD:
Produção musical: Alvaro Ramos, Fred Teixeira e Itaercio Rocha
Direção artística: Itaercio Rocha
Edição de voz: Diego Plaça de Souza
Mixagem: Alvaro Ramos e Itaercio Rocha
Gravado, mixado e masterizado por Gramofone Áudio
Participação especial de: Grupo Mundaréu, Carlos Careqa, Alexandre Nero, André Abujamra, Coral Curumim, Coral Brasileirinho

Ficha técnica do show:
Direção artística: Mauricio Vogue
Direção de Produção: Bina Zanette- Santa
Produção, Cenário e Iluminação: Waldo Leon
Figurinos e adereços: Cristine Conde
Vídeos: Luciano Coelho

Faixas do CD:
1 – A Dança da Mariquinha / De abóbora faz melão
2 – *Elefante
3 – *Varredeira
4 – Jabuti
5 – *Gambá
6 – Alevantou / Não queremos guerra
7 – Bernuça
8 – *Macaco Cacoleco
9 – *Hum sei lá…História do sapo
10 – *Do que é que você gosta
11 – Jacaré
12 – Babau ou Cavalo Velho / Cabeça de Fogo ou Nega Veia
13 – *Reggae do Dia
14 – *Amanheceu com sol
15 – Olereuê Cauã
*Composição das crianças em tratamento no Hospital e seus pais, médicos, enfermeiros e colaboradores do HPP.

Kraft Foods Brasil
É subsidiária da norte-americana Kraft Foods, primeira empresa de alimentos nos Estados Unidos e segunda maior no mundo. No Brasil, a empresa conta com um portfólio de marcas consagradas como Lacta, Royal, Tang, Clight, Club Social, Trakinas e Philadelphia e emprega cerca de sete mil pessoas. A Kraft Foods tem na Responsabilidade Social um dos pilares estratégicos, atuando nas áreas de nutrição e bem-estar, educação e promoção da sustentabilidade nas comunidades onde está presente com parceiros como Care Brasil; Cren (Centro de Recuperação e Educação Nutricional); Fome Zero e Abrinq; além do “Programa Voluntário Kraft”, considerado benchmark em Curitiba (PR) e do Programa Bom Vizinho.

Serviço: Lançamento do CD Cancioneiro do Brasil
Dia: 18 de outubro
Horário: 20 horas
Local: Teatro Guaíra
Ingressos: R$ 20 inteira / R$ 10 meia
CD: R$ 30,00
*O valor dos ingressos para o show e da venda dos CDs será revertido para o Hospital Pequeno Príncipe.

Luana Piovani desfila com camiseta do Hospital Pequeno Príncipe no XXI Crystal Fashion

A atriz Luana Piovani é uma das artistas confirmadas para desfilar no XXI Crystal Fashion com a camiseta da campanha “Nobre é Contribuir”, do Hospital Pequeno Príncipe. Ela entrará na passarela dia 19, para o enceramento do desfile da marca Mixed, vestindo a tradicional camiseta da coroa.
Diversas celebridades já vestiram a camiseta como Pelé, Ana Maria Braga, Débora Secco, Sandy e Júnior e ajudaram a divulgar a causa da saúde infantil.
A camiseta da campanha “Nobre é Contribuir” é um produto social e pode ser adquirida no quiosque instalado no Shopping Crystal especialmente para o evento ou no setor de Voluntariado do Hospital Pequeno Príncipe ao custo de R$25,00. Toda a renda é revertida para as atividades desenvolvidas pelo Hospital.
O que são os produtos sociais:
Os produtos sociais são brindes, presentes e lembranças desenvolvidas pelo Hospital Pequeno Príncipe. Com esses produtos, o ato de presentear se reveste de solidariedade, pois os valores obtidos com a venda são integralmente revertidos para a manutenção do atendimento das crianças e adolescentes que necessitam de cuidados médico-hospitalares.
Além de uma linha regular de produtos, composta por camisetas, canecas, sacolas, aventais infantis e adulto, almofadas, brinquedos de madeira e bonecas de pano, o Hospital trabalha com produtos sazonais, como os do Dia dos Pais, Dia das Mães, Páscoa e Natal, entre outras.
Sobre o Hospital Pequeno Príncipe
O Hospital Pequeno Príncipe é uma instituição sem fins lucrativos e destina 70% da sua capacidade de atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), de forma integral e humanizada. O HPP realiza desde atendimentos ambulatoriais até procedimentos de alta complexidade, como transplantes de rim, fígado e coração, sessões de quimioterapia e hemodiálise, cirurgias cardíacas e ortopédicas.

Programa de responsabilidade social de Pelé ultrapassa as fronteiras do Brasil em apoio à saúde infantil

O maior atleta de todos os tempos, Pelé, está marcando mais um grande gol na sua carreira. Seu programa de responsabilidade social, o Gols pela Vida, voltado ao apoio do Complexo Pequeno Príncipe (Curitiba-PR), está ultrapassando as fronteiras brasileiras para buscar apoio internacional à causa da saúde infantil.

Unindo os sentimentos universais da alegria do gol e do direito de toda criança de crescer com saúde, Pelé participa nessa quinta-feira, dia 26, de um jantar realizado em Dublin, na Irlanda. A renda do evento será dedicada ao Complexo Pequeno Príncipe e ao Hospital Our Lady´s, o maior hospital pediátrico da Irlanda. Esse é o primeiro evento internacional com participação do Rei do futebol, inteiramente dedicado a uma causa social.

O Programa Gols pela Vida foi criado pelo Complexo Pequeno Príncipe a partir da inspiração trazida por Pelé, apoiador da unidade de pesquisa do Complexo, o Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe.

Ao completar seu milésimo gol, Pelé o dedicou às crianças. Quando ele se tornou apoiador do Pequeno Príncipe, o Complexo articulou o projeto Gols pela Vida, que tem como objetivo criar uma rede internacional de apoiadores da causa da saúde infantil, unida pelo esporte.

O primeiro projeto de captação de recursos do Programa Gols pela Vida é o Medalhas, que transformou os 1283 gols de Pelé em medalhas de ouro, prata e bronze. Produzidas pela Casa da Moeda do Brasil, as peças são numeradas e cada uma delas representa um gol marcado por Pelé.
“Fazer pesquisas no Brasil é um grande desafio, pois os recursos são escassos. O apoio do Pelé nos traz a oportunidade de captar recursos nacionais e internacionais para a causa da saúde infantil”, explica o coordenador do programa, José Álvaro Carneiro. “As pesquisas desenvolvidas no Instituto têm aplicação direta na melhoria da vida das crianças atendidas nas unidades assistenciais”, conta Carneiro.

As medalhas podem ser adquiridas pelo site www.golspelavida.org.br. O site também é um grande banco de dados sobre os feitos de Pelé. Nele o internauta obtém informações sobre os detalhes de cada um dos gols do maior jogador de futebol de todos os tempos.

Hospital Pequeno Príncipe realiza 3ª. Noite dos Chefs com presença de Zagallo

Zagallo e um time formado pelos melhores Chefs de Curitiba estão preparando uma noite especial em prol do Complexo Pequeno Príncipe. É a 3ª Noite dos Chefs, que será realizada no dia 17 de novembro, às 19h30, no Graciosa Country Club. O evento marcará a adesão de Zagallo ao Programa Gols pela Vida.
A seleção de chef’s é formada por Geraldine Miraglia, Joy Perine, Hermes Custódio, Fabiano Marcolini, Diego Santos, Letícia Krause e, com uma preparação especial de cafés, Geórgia Franco de Souza.
Depois do jantar, os participantes assistirão a um bate-papo com Mário Jorge Zagallo, 78 anos, primeiro futebolista a ganhar a Copa do Mundo como jogador (Copas de 58 e 62) e como técnico (Copa de 70). Ele também fez parte da comissão técnica da Seleção que ganhou a Copa de 94.
Ao participar da Noite dos Chef’s, Zagallo anuncia oficialmente o seu apoio ao Programa Gols pela Vida, uma plataforma de projetos de captação de recursos em apoio às atividades de assistência e pesquisa científica do Complexo Pequeno Príncipe, que tem Pelé como padrinho.
Os ingressos para a Noite dos Chefs custam R$ 140,00 ou R$ 800,00 mesa com 6 lugares. A compra pode ser feita pelo telefone (41) 3310-1415 e o pagamento pode ser feito em até 3 vezes no Visa.

Conheça o menu da 3ª. Noite dos Chef’s
Couvert – Chef Geraldine Miraglia – (Oli Gastronomia)
Crostine de feijão branco e azeite de alecrim
Crostine de berinjela e ricota
Quichette de espinafre
Mini vol-al-vent de bacalhau.
Pão levain
Grissini
Mousse de salmão e pimenta rosa.
Entrada Fria – Chef Joy Perine – (Restaurante Zea Mais)
Salada de folhas e endívias gratinadas com parmesão.
Entrada Quente – Chef Hermes Custódio – (Restaurante Vin Bistrô)
Polenta Bramata com ragout de cogumelos frescos.
Prato Principal 01 – Chef Diego Santos – (Restaurante Edvino)
Namorado grelhado em crosta de coco, molho de camarões e palmito pupunha sautée.
Prato Principal 02 – Chef Fabiano Marcolini (Villa Marcolini)
Filetto Savoy – Filet mignon recheado com cogumelos frescos, envolto em massa folhada, molho de vinhos do Porto e Madeira.
Sobremesa – Chef Letícia Krause (Letícia Krause Gastronomia)
Diferentes texturas de frutas vermelhas com cream cheese
Cafés – Georgia Franco de Souza – (Lucca Café)
Brand dos melhores grãos de cafés de Minas Gerais.

Serviço:
3ª. Noite dos Chefs e adesão de Zagallo ao Programa Gols pela Vida
Dia: 17 de novembro
Horário: 19h30
Local: Graciosa Country Club
Ingressos e informações: (41) 3310-1415

Pelé marca gol pelos Hospitais Pequeno Príncipe e Our Lady’s, da Irlanda

No dia 26 de novembro, Pelé foi a Irlanda em apoio ao Programa Gols pela Vida, do Complexo Pequeno Príncipe. Ele participou de uma coletiva de imprensa e de um jantar que teve renda revertida para o Pequeno Príncipe e para o Our Lady’s, maior hospital pediátrico da Irlanda.
Na coletiva de imprensa, Pelé falou da importância do cuidado destinado às crianças e também do seu compromisso e apoio às duas grandes instituições.
“O futebol é uma língua internacional que é reconhecido e entendido por pessoas de todas as idades em quase todos os países do mundo. Pode ser uma grande corrente do bem. Estou honrado, no meu papel de Embaixador do Hospital Pequeno Príncipe em visitar Dublin e ajudar a levantar os fundos necessários para dar continuidade ao ótimo trabalho feito em Curitiba e em Crumlin pelo Our Lady’s. Eu convido todos vocês para que juntos possamos provar que o futebol é uma corrente do bem”, declarou o maior craque de futebol de todos os tempos.
Também falou na ocasião, David Doran, CEO do Children’s Medical & Research Foundation, braço de captação de recursos do Our Lady’s Children’s Hospital.
“Nós estamos impressionados que essa lenda do esporte, reconhecido mundialmente, tenha escolhido o nosso hospital para doar o seu tempo e a sua energia. Ajudar as crianças doentes a receber o tratamento que merecem é uma coisa que está em seu coração e algo pelo qual é apaixonado. Ele confiou em nosso Hospital e por isso nós somos gratos.
Esses recursos farão uma grande diferença nas vidas das crianças de nosso hospital e do Hospital Pequeno Príncipe, Curitiba, e nós queremos agradecer a todos que contribuíram, compraram ingressos/mesas para o evento”, disse Doran. “Todos os recursos serão divididos igualmente entre as duas instituições”
Don Mullan, embaixador do Hospital Pequeno Príncipe na Europa e organizador do evento, lembrou que em 19 de novembro de 1969 Pelé marcou seu milésimo gol e dedicou a marca às crianças do Brasil e do mundo. O Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe é a realização desse sonho que começou naquele dia histórico, no Maracanã, no Rio de Janeiro. “Eu estou emocionado que a minha idéia de trazer Pelé para Irlanda para ajudar o Pequeno Príncipe e o Our Lady’s esteja rendendo frutos”, declarou Don Mullan.
Como Exbaixador Europeu do Pequeno Príncipe, Don Mullan continuou:
“Eu estive no Pequeno Príncipe em duas ocasiões no ano passado e percebi que é um lugar inspirador, um hospital de primeira classe para atender as crianças. E eu sei, por experiência própria, o trabalho equivalente realizado pelo Our Lady’s pelas crianças e famílias de Dublin.”
John Delaney, CEO da Federação Irlandesa de Futebol disse, “Pelé é um dos grandes representante internacionais de nosso jogo e nós estamos muito felizes de recebê-lo em Dublin para ajudar dois grandes Hospitais infantis. Eu não tenho dúvidas de que os amantes do futebol em todo o mundo irão responder ao chamado de Pelé e também vão apoiar as crianças e ajudar a desenvolver as estruturas necessárias para atender crianças doentes no Brasil e na Irlanda.”

Abertas inscrições para curso de Aperfeiçoamento em Fisioterapia Pediátrica

Estão abertas as inscrições para o curso de Aperfeiçoamento em Fisioterapia Pediátrica do Complexo Pequeno Príncipe, dirigido a formandos em fisioterapia e fisioterapeutas. Os interessados precisam encaminhar, até o dia 15 de janeiro, um currículo para o e-mail fisioterapia@hpp.org.br ou entregar no próprio setor de Fisioterapia do Hospital Pequeno Príncipe. Informações pelo telefone (41) 3310-1278, com Tatiane. O curso é gratuito e as vagas são limitadas.

Os candidatos inscritos serão submetidos a uma prova e entrevista. O curso tem duração de seis meses e ocorre entre fevereiro e agosto de 2010, de segunda a sexta-feira em dois horários (pela manhã e à tarde), no próprio Hospital Pequeno Príncipe.

Conteúdo Programático:

Fisioterapia aplicada à Pediatria Geral

Fisioterapia aplicada à Ortopedia Pediátrica

Fisioterapia aplicada à Neurologia Pediátrica

Fisioterapia aplicada à Cardiologia Pediátrica

Fisioterapia aplicada à Pneumologia Pediátrica

Fisioterapia aplicada à Neonatologia

Referências Bibliográficas:

Fisioterapia Cardiopulmonar – Jan S. Tecklin

Fisioterapia em Pediatria – Roberta Sheperd

Fisioterapia e Crescimento na Infância – Yvonne Burns

Fisioterapia e Crescimento na Infância – Julie MacDonald

Fisioterapia Respiratória Pediátrica – G.Postiaux

Fisioterapia Pediátrica – Jan S. Tecklin

Serviço

Prazo para envio dos currículos: 15 de janeiro de 2010

Prova teórica: 18 de janeiro de 2010, às 14h30

Entrevistas: 19 e 20 de janeiro de 2010

Período do curso: de 1º de fevereiro a 15 de agosto de 2010

Local: Hospital Pequeno Príncipe

Endereço: Rua Desembargador Motta, 1070 – Água Verde

Informações pelo telefone (41) 3310-1278 ou fisioterapia@hpp.org.br

Renault apóia o Complexo Pequeno Príncipe

A Renault do Brasil cedeu ao Complexo Pequeno Príncipe, em comodato, uma ambulância para ser utilizada por centenas de crianças em tratamento. A doação ocorreu durante evento de agradecimento à Renault do Brasil e à Financeira Renault, ocorrido na tarde de ontem, dia 19, no Hospital Pequeno Príncipe. O evento contou com a presença do presidente da Renault do Brasil, Jean Michel Jalinier, e do diretor de Gestão de Pessoas da Renault, Carlos Magni. Esta é segunda ambulância cedida pela Renault ao Complexo e tem contribuído com o atendimento a centenas de crianças e adolescentes.
Durante a cerimônia, o diretor geral da Financeira Renault, Alain Ballu, formalizou a adesão ao Projeto de Inovação e Humanização no Atendimento, através de renúncia fiscal. Este projeto busca recursos para a compra de equipamentos que vão modernizar o Centro Cirúrgico, o Centro de Imagem, o Laboratório, as áreas que demandam tecnologia da informação e setores de suporte administrativo do Hospital Pequeno Príncipe.
“Parcerias como essas são fundamentais para dar continuidade ao tratamento de milhares de crianças que necessitam de um atendimento humanizado e de qualidade”, ressalta a diretora executiva do Hospital Pequeno Príncipe Ety Cristina Forte Carneiro. O evento contou ainda com a presença de funcionários do Complexo Pequeno Príncipe, Renault do Brasil e Financeira Renault.

Sobre o Complexo Pequeno Príncipe
O Complexo Pequeno Príncipe iniciou suas atividades em 1919 e atua nas áreas de assistência em saúde, ensino, pesquisa e mobilização social, por meio de suas três unidades: o Hospital Pequeno Príncipe, as Faculdades Pequeno Príncipe e o Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe. Anualmente o Hospital Pequeno Príncipe realiza mais de 290 mil atendimentos, 23 mil internações e cerca de 70% de sua capacidade de internamento é destinada ao Sistema Único de Saúde (SUS). Dentro desse cenário, contamos com o apoio de muitas pessoas e empresas de diferentes estados para proporcionar um tratamento hospitalar digno e de qualidade a milhares de crianças e adolescentes do nosso país.

Faça sua doação