Acidentes domésticos – Como evitar?

Acidentes domésticos como afogamentos, queimaduras, quedas e intoxicação são as principais  causas de morte de crianças até nove anos no Brasil. Na última década ouve queda no número de óbitos nesta faixa etária, mas os números ainda são preocupantes. O pediatra Cícero Kluppel nos fala dos cuidados que devemos ter em casa. Vale a pena ouvir e ficar atento as devidas orientações.

+ Fala, Doutor

Crise de choro

Algumas crianças, ao ter crises de choro, podem perder o fôlego e até mesmo desmaiar. Existem vários motivos que desencadeiam essa condição.

Alergias de inverno

A dermatologista do Pequeno Príncipe, Maraya Mainardi, aponta que utilizar sabonetes e hidratantes não indicados pode agravar ainda mais os casos de alergias e desenvolver patologias crônicas.

Tempo seco

O tempo muito seco e a baixa umidade do ar deixam a condição atmosférica mais propícia para a proliferação de vírus e bactérias. Sem a hidratação mínima das mucosas, as doenças respiratórias são mais frequentes. E o que fazer para amenizar isso?

Acidentes domésticos

Os acidentes domésticos são a principal causa de morte em crianças e adolescentes até os 14 anos no Brasil, de acordo com levantamento da ONG Criança Segurança. E o Hospital Pequeno Príncipe é referência em atendimentos de urgência e emergência nesses casos. O pediatra intensivista, Eduardo Gubert, fala o que fazer quando os acidentes acontecem e dá dicas de como evita-los.

Faça sua doação